sábado, 31 de dezembro de 2011

Passagens de ano musicais





Aurea na Praia dos Pescadores em Albufeira







Rebeca na Praça da Fruta, nas Caldas da Rainha







Bandalusa no Pavilhão Multiusos de Gondomar



 


The Gift no Casino Lisboa, Parque das Nações, em Lisboa





Jim Dungo na Avenida dos Aliados, Porto

 



Hands on Approach na Doca dos Pescadores, Setúbal






Kumpania Algazarra na Quinta do Pé da Serra, em Sintra







The Lucky Duckies na Praça da República, em Tavira

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Concerto dos Buraka considerado um dos melhores do ano no Brasil

 
O concerto que os Buraka Som Sistema deram em Setembro no Rock In Rio, no Rio de Janeiro, foi considerado um dos melhores do ano pelos críticos do jornal brasileiro «O Globo».
Os Buraka Som Sistema actuaram no palco Sunset do Rock In Rio no dia 30 de Setembro, em parceria com um projecto Mixhell, do brasileiro Iggor Cavallera, e para os críticos de «O Globo» o concerto foi uma «combinação infernal entre o kuduro angolano, o funk carioca e as batidas electrónicas».
Apesar da actuação ter durado pouco tempo, «apenas 50 minutos», foi «suficientemente crua, agressiva e cheia de groove para marcar um dos melhores momentos do festival», escreveram.
Entre os doze espectáculos seleccionados pelos críticos de «O Globo», estão também os de bandas como os Mondo Cane, Vampire Weekend, Faith No More, Primal Scream e de artistas como James Blake, Katy Perry e Adriana Calcanhotto.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Santamaria lançam «Let's Go to Afrika»

Os Santamaria prometem aquecer um pouco mais este Inverno, com a edição do single «Let's Go to Afrika». Os ritmos do kuduro, sonoridades já abordadas por este grupo em anteriores temas, é agora inteiramente assumido e integralmente cumprido.
«Let's Go to Afrika» é o single de avanço do novo álbum dos Santamaria com edição prevista para o final do primeiro trimestre de 2012, disponibilizado para venda nas redes online de comercialização de música, como o iTunes.
 
 
 

Melhores álbuns nacionais do ano para a «Blitz»: 10.º ao 1.º






10.º - Halloween - «A Árvore Kriminal»










9.º - doismileoito - «Pés Frios»











8.º - Os Golpes - «G»










7.º - Buraka Som Sistema - «Komba»












6.º - Dead Combo - «Lisboa Mulata»









5.º - Luísa Sobral - «The Cherry On My Cake»










4.º - Sérgio Godinho - «Mútuo Consentimento»









3.º - Paus










2.º - Clã - «Disco Voador»











1.º - Norberto Lobo - «Fala Mansa»

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Os grandes premiados de 2011


Começando pelos Globos de Ouro da SIC, os Expensive Soul foram os vencedores do globo de Melhor Música pelo tema «O Amor É Mágico», os Deolinda receberam o globo de Melhor Grupo de Música e a cantora Aurea o globo de Melhor Intérprete Individual. Ainda a cantora alentejana foi a escolhida como o Best Portuguese Act nos MTV EMAs.
Destaque também para os Prémios Amália, que distinguiram os Deolinda (Música Popular), Camané (Melhor Álbum) por «Do Amor e dos Dias», Ricardo Ribeiro (Melhor Intérprete), Paulo Parreira (Melhor Instrumentista), Ana Marta (Prémio Revelação) e Maria Amélia Proença (Prémio Carreira).
Não esquecemos também que 2011 foi o ano do Fado: no dia 27 de Novembro foi considerado Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, naquela que foi uma decisão tomada por unanimidade no encontro ocorrido na ilha indonésia de Bali.

Concerto do Dia: Só Nós Três



Paulo de Carvalho, Fernando Tordo e Carlos Mendes sobem hoje ao palco do Auditório dos Oceanos, no Casino Lisboa.
O projecto, já antigo, começou em 1989, quando o trio, sob a direcção de Pedro Osório, preparou uma série de quatro espectáculos para serem apresentados no Casino Estoril. Do concerto resultou um álbum duplo que foi Disco de Platina.
O projecto Só Nós Três voltou a reunir-se 23 anos depois, no princípio de 2011, agora com direcção musical do maestro Pedro Duarte, e retoma todos os grandes êxitos das carreiras dos cantores e os clássicos da música ligeira portuguesa.
O concerto começa às 21h30 e os bilhetes custam 25 euros.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Filme sobre António Variações em produção


O projectado filme sobre António Variações está agora bem encaminhado com a escolha do actor que vai interpretar o carismático cantor português.
Segundo a revista «Time Out Lisboa», Sérgio Praia vai dar corpo ao desaparecido intérprete no futuro filme. A película chama-se «Variações» e vai ser realizada por João Maia.
A história centra-se na vida de Variações, cujo verdadeiro nome é António Joaquim Rodrigues Ribeiro, antes de alcançar a fama. O guião começa com uma viagem do cantor a Nova Iorque, onde terá sido infectado com o vírus da SIDA, para depois voltar até à sua infância em Amares, perto de Braga. No final, a câmara foca no cantor já em estado debilitado ainda a «cantar canções para o gravador».
Os temas de Variações vão aparecer ao longo da história, cantados pelo próprio actor, Sérgio Praia.

Videoclips do Ano para o «Cotonete»

O site «Cotonete» apresenta os melhores videoclips do ano:


Orelha Negra - M.I.R.I.A.M. X Vhils



WE TRUST - Time (Better Not Stop)



Macacos do Chinês - Dai-me Forças



Luísa Sobral - Not There Yet

domingo, 25 de dezembro de 2011

Aurea no Casino Lisboa


Aurea, distinguida com um MTV Europe Music Award, na categoria Best Portuguese Act, actua hoje à noite no Casino Lisboa.
A cantora tem agendado um concerto, com entrada livre, no Arena Lounge do Casino Lisboa, no Parque das Nações, a partir das 22h30.
O concerto de Aurea é a «surpresa» prometida pela Estoril Sol quando apresentou a 25 de Outubro o ciclo de concertos Arena Live, iniciado a 7 de Novembro e no qual já participaram nomes como Amor Electro, Luísa Sobral, Mayra Andrade ou Pedro Abrunhosa.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

«The Fabulous Marceneiro» reeditado em CD


Por altura do cinquentenário do álbum «The Fabulous Marceneiro», chega ao mercado esta semana uma edição em CD, com o som remasterizado a partir das bobines originais, incluindo-se cinco fados extra.
O LP original, editado em 1961, incluía 12 fados, aos quais a actual edição juntou outros cinco temas: quatro temas e o fado «Minha Freguesia», com letra de Armando Neves na música do Fado CUF, de autoria do próprio Marceneiro e gravado em 1962.
Dois duetos são com Fernanda Maria («Bairros de Lisboa» e «A Camponesa e o Pescador»), gravados em 1960, e um com Fernando Farinha («Antes e Depois»), do qual se apresentam duas versões, ambas gravadas em 1962.
Os 12 fados  que integram o LP original, agora disponível em CD, são «Senhora do Monte», «Lembro-me de Ti», «O Amor é Água que Corre», «Mocita dos Caracóis», «A Viela», «Ironia», «A Casa da Mariquinhas», «Amor de Mãe», «A Menina do Mirante», «O Lenço», «O Bêbado Pintor» e «O Leilão».
A maioria das melodias é de Alfredo Marceneiro, como o Fado Laranjeira, Fado Cravo, Fado Louco ou Fado Mocita dos Caracóis.
A edição inclui ainda fotos da época, nomeadamente uma do fadista a olhar a montra da antiga loja da Valentim de Carvalho, que expunha o seu disco, acabado de sair, e ainda a reprodução do artigo de Guedes Amorim, da «Ilustração» de 1931, e textos de David Ferreira, intitulado «A Construção Duma Lenda», e do guitarrista José Pracana, amigo de Marceneiro.

Melhores álbuns nacionais do ano para a «Blitz»: 20.º ao 11.º





20.º - Rita Braga - «Cherries That Went to the Police»








19.º - Jorge Palma - «Com Todo o Respeito»









18.º - Afonso Pais/JP Simões - «Onde Mora o Mundo»






17.º - Algodão - «Uma Falaciosa Noção de Intimidade»





16.º - B Fachada - «Deus, Pátria e Família»



15.º - Frankie Chavez - «Family Tree»










14.º - Aquaparque - «Pintura Moderna»







 



13.º - Old Jerusalem - «The Go-Between»








12.º - Filho da Mãe - «Palácio»











11.º - Aldina Duarte - «Conto de Fados»

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Sétima Legião reunidos nos 30 anos de carreira


Os Sétima Legião, que apareceram em 1982, vão reunir-se em 2012 para comemorar 30 anos de carreira.
Segundo a promotora Uguru, a formação original vai reunir-se para uma digressão nacional com cerca de uma dezena de concertos para revisitar ao vivo os temas de todos os álbuns.
Pedro Oliveira (voz e guitarra), Rodrigo Leão (baixo e teclas) e Nuno Cruz (bateria) formaram a banda em 1982.
Em 1983, através da editora Fundação Atlântica, editam o single «Glória», com letra de Miguel Esteves Cardoso, antecipando o primeiro álbum, «A Um Deus Desconhecido», lançado no ano seguinte.
Dos Sétima Legião fizeram ainda parte Gabriel Gomes (acordeão e guitarra), Paulo Marinho (gaita de foles, flautas), Ricardo Camacho (teclas e guitarra) e Paulo Abelho (percussão), que voltam agora a toca juntos.
Da discografia também fazem parte os álbuns «Mar d'Outubro» (1987), «Auto de Fé» (1994) e «Sexto Sentido» (1999).

Lançamentos da Semana: Angélico e Tiago Bettencourt

O álbum póstumo de Angélico, «Eu Acredito», é agora lançado, seis meses depois do falecimento do cantor.
Inclui onze temas originais e colaborações como com Rita Guerra («Quando Te Lembrares de Mim»). Edmundo, Vintém e Vítor Fonseca, companheiros dos D'ZRT juntam-se a Angélico no tema «Recordações».
«When I Fall In Love», colaboração com o DJ Mastiksoul e o produtor inglês Dada, está também presente neste trabalho, em versão R&B.




 «Tiago na Toca e Os Poetas» é o novo disco de Tiago Bettencourt, num conjunto de poemas que musicou em conjunto com algumas versões que o músico gravou no Verão de 2008, entre os álbuns «O Jardim» e «Em Fuga».
Todo o lucro das vendas reverte a favor da associação «Ajuda-me a Ajudar».

Deolinda divulgam tema de Natal


Os Deolinda divulgam o tema natalício «Quando Chega o Natal». No tema, Ana Bacalhau e companhia desejam um «feliz Natal para o ano inteiro», perguntando-se «onde é que tu paras no resto do ano» porque «só nesta quadra é que tu reparas se estou bem ou mal». 
O guitarrista Filipe Cunha Monteiro (da banda de Rita Redshoes e Márcia) é o convidado nesta canção.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Fado de Camané na corrida aos Óscares

 
O fado «Já Não Estar», interpretado por Camané no documentário «José & Pilar» de Miguel Gonçalves Mendes, foi pré-seleccionado para o Óscar de «Melhor Canção Original», segundo anunciou a Academia que atribui os prémios.
A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos anunciou a lista de 39 temas candidatos a uma nomeação para o Óscar de «Melhor Canção Original» e o fado «Já Não Estar», com letra de Manuela de Freitas e música de José Mário Branco, interpretado por Camané, foi seleccionado.
O fado integra o documentário José & Pilar, que Miguel Gonçalves Mendes fez sobre o escritor português, Nobel da Literatura em 1998, sobre o processo criativo, sobre a relação com a mulher, Pilar del Río, com os leitores e com o mundo.
Grande parte da banda sonora do filme português foi composta por David Santos (noiserv), mas inclui ainda temas interpretados por Camané, Paco Ibañez, Pedro Granato ou Adriana Calcanhotto, e já foi editada em CD.
A academia divulgou ainda a lista das 265 longas-metragens aceites para uma possível nomeação para o Óscar de «Melhor Filme», e dela faz parte o documentário de José & Pilar, por cumprir os requisitos, como ter tido estreia comercial nos Estados Unidos e ter estado pelo menos sete dias consecutivos em cartaz.
O documentário é ainda o candidato de Portugal a uma nomeação para o Óscar de «Melhor Filme Estrangeiro».
A 84.ª edição dos Óscares decorrerá a 26 de Fevereiro em Los Angeles, na Califórnia, mas os nomeados serão divulgados a 24 de Janeiro.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Concerto do Dia: Deolinda no Casino Lisboa


Os Deolinda actuam hoje no Casino de Lisboa, às 22h30, em mais um concerto de entrada livre.
A banda, liderada por Ana Bacalhau, vai apresentar as canções dos dois álbuns de originais «Canção ao Lado» e «Dois Selos e Um Carimbo».
«Fado Toninho», «Fon Fon Fon» e «Clandestino» são agora misturados com as novas canções de «Dois Selos e um Carimbo», num espectáculo de ambiente irónico e gingão.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Madredeus com nova vocalista preparam álbum de versões


Os Madredeus já têm uma nova vocalista: Beatriz Nunes é o seu nome. O colectivo novamente regressado está a preparar um álbum para 2012. Do disco devem constar novas versões de clássicos do repertório dos Madredeus assim como novas canções.
A banda está de volta depois de se ter separado em 2007, de ter reencarnado fazendo equipa com a Banda Cósmica e de também essa formação ter terminado. Continuam a fazer parte dos Madredeus Pedro Ayres Magalhães e Carlos Maria Trindade.
Juntam-se-lhes Jorge Varrecoso, António Figueiredo e Luís Clode. Quanto a Beatriz Nunes, sabe-se apenas que estudou música clássica e jazz.
Uma digressão nacional e internacional consta da agenda para 2012.

Faleceu o cantor Sérgio Borges


O cantor Sérgio Borges, que cantou «Onde Vais Rio Que Eu Canto», música vencedora do Festival RTP da Canção de 1970, faleceu este Sábado, no Funchal, aos 67 anos de idade, vítima de doença prolongada.
O vocalista e letrista do Conjunto Académico João Paulo, agrupamento de grande sucesso nos anos 60 e 70, nasceu no Funchal a 18 de Outubro de 1944, tendo-se notabilizado no panorama musical português, graças aos sucessos nos festivais da RTP.

Sérgio Borges iniciou a sua vida artística no Liceu Jaime Moniz, no Funchal, cantando para quermesses e festas académicas, mas em 1966 ganhou destaque no panorama nacional com um segundo lugar no Festival RTP da Canção com a canção «Eu Nunca Direi Adeus», tendo sido também distinguido nesse ano com o «Prémio Imprensa».

sábado, 17 de dezembro de 2011

Melhores álbuns nacionais do ano para a «Blitz»: 30.º ao 21.º





30.º - Dazkarieh - «Ruído do Silêncio»





 29.º - Os Capitães da Areia - «O Verão Eterno»





28.º - Os Velhos






27.º - Stealing Orchestra - «Deliverance»






26.º - You Can't Win Charlie Brown - «Chromatic»







25.º - X-Wife - «Infectious Affectional»





24.º - Fernando Alvim - «Os Fados e as Canções do Alvim»





23.º - The Glockenwise - «Building Waves»




 22.º - Sean Riley & the Slowriders - «It's Been a Long Night»







21.º - Amor Electro - «Cai o Carmo e a Trindade»